[Update rápido]

EU VOLTEEEEI!

Depois de passar longos 17 dias meditando no pico do Himalaia (apesar de não ser o Zé Graça) eu voltei com um vídeo, mas especificamente, tietagem com o Felipe Neto:

O vídeo “MUDA BRASIL – FAZ SENTIDO” do jovem prodígio da Internet, Felipe Neto, mostra o que muita gente quer dizer, mas não tem coragem, como sempre.

Um dos últimos vídeos do projeto Não Faz Sentido! que já se desenrola há 3 anos funciona maravilhosamente no contexto atual das manifestações do Brasil.

ASSISTAM!

Minha história com Felipe Neto (até parece que eu sou amante do cara, com frases como essa… Mas eu não sou viado, tá?!) começou aproximadamente em agosto, setembro de 2011.

Naquela época tinha acabado de completar 14 anos e ainda era bem “certinho” das ideias.

Um amigo, o outro autor desse blog, Paulo Victor, que começará a escrever em breve, foi o responsável por me apresentar a série de vídeos do Não Faz Sentido!

No começo, eu achava ele bem engraçado, ria com ele e tal, mas como não tinha o menor costume de xingar e ofender muito as pessoas (sim, eu era o típico bobão, nerd inútil e pasmem, também era meio religioso, meio porque já naquela época não me importava muito com a igreja e até chegava a dormir durante uns 20 minutos enquanto o pastor falava) não concordava com a maioria de suas ideias, achava ele meio imbecil, mas engraçado.

E foi então que ACONTECEU, a ideia me acertou em cheio. Por que não posso fazer o que ele faz? Qual o problema de falar palavrões? Com uma forcinha dos amigos boca-suja que comecei a cultivar, eu finalmente deixei de ser um nerd bobão para ser um nerd pseudo-intelectual que fala palavrão.

TAN TAN TAN!

Sim, ladies and gentleman, o Felipe Neto me corrompeu.

Nice work, Mr. Neto!

Se não fosse por você, eu não estaria hoje aqui escrevendo esse monte de merda.

Obrigado! =)

A noite haverá um verdadeiro post, longo até, eu acho…

Até mais!

Anúncios

Amor ou morte?!

Aaaah, o amor está no ar…

Quase consigo sentir o cheiro dos hormônios e feromônios circulando, aliás, esse é o cheiro que fica me intoxicando toda hora.

Malditos casais apaixonados!

Hoje, dia 12 de junho, é celebrado aqui no Brasil o Dia dos Namorados, um dia cheio de futilidades sem fim de gente que quer postar foto no Facebook (ah, é, o Facebook tá fora de moda, né, agora todo mundo “cool” posta foto no Instagram) e encher o rabo de presentes, independente se ainda há algum tipo de afetividade por parte do companheiro.

Pois bem, olha o que eu acho do Dia dos Namorados: É um dia imbecil para pessoas igualmente imbecis comemorarem de forma mais imbecil ainda. (Desculpe-me se sou um pouco grosso, mas é a verdade, vai, eu te deixo me xingar nos comentários, vai lá, vai, vai, me xingou? Ótimo, agora posso prosseguir).

O Dia dos Namorados é um dia fútil para a humanidade pela seguinte razão: É PURAMENTE COMERCIAL, SEU DEBILOIDE!!!

O Dia dos Namorados ou como eu o chamo, Dia do Comércio Afetivo é um dia que não deveria existir. Para que os namorados precisam de um dia só para eles?

Eu entendo a importância do Dia dos Pais, Dia das Mães, Dia dos Avós, nossos amigos desde o berço, mas irmão, tem uns dias que não precisavam existir:

* Dia dos Mortos: Porra, o cara tá morto, em paz, no túmulo ou no Céu ou no Inferno ou dentro de um gato ou recém nascido, deixa ele descansar, para que fazer dia para os mortos? Não dá para entender!

* Dia das Crianças / Dia dos Adolescentes: Eu adoro crianças, acho elas as coisas mais puras do mundo (ao lado dos animais), mas pensa só por um segundo, filho, por que as crianças precisam de um dia só para elas? Não faz sentido! (Felipe Neto, não me cobre por essa sentença, hein, porra!) Quanto ao segundo caso, nem preciso comentar, né. Adolescentes de merda! (É piada, tá, gente, não me processem, por favor!)

* Dia Internacional da Cerveja: Êeeeh, vamos todo mundo encher a cara e assassinar um ciclista. Nada mais a declarar.

* Dia do Beijo: Você quis dizer – Dia da Herpes.

* Dia Mundial Contra a Raiva: Deixe a gente ficar nervoso, filha da puta! (“os mano pira” no duplo sentido. Para os que não entenderam, olhar no final do post).

* Dia Internacional do Sapateado / Dia Mundial do Meteorologista / Dia Mundial do Yoga / Dia do Patinador: Vão todos esses dias desnecessários para a casa do caralho porque eles criam tudo isso, mas o Dia dos Avós, que é um dia importante para cacete, nem é valorizado! Você, leitor, sabe qual é o Dia dos Avós, hein?

Por fim, a última razão pelo qual o Dia dos Namorados é imbecil:

Se você ama seu companheiro, respeita ele e adora ficar com ele, Dia dos Namorados é todo dia, meu amigo e não é um dia ou um presente ou algo material que vai mudar ou intensificar isso.

Com isso, me despeço de vocês, até a próxima, seus putos!

PS: Para você que não entendeu o duplo sentido com raiva, vai estudar e sai do computador, porra!

PS 2: Brincadeirinha, eu vou revelar AGORA!!! A raiva também é uma … Não, vai ficar querendo saber porque eu não vou revelar…

PS 3: Brincadeira, calma, acontece que a raiva também é uma doença, por isso o duplo sentido no Dia Contra a Raiva.

PS 4: Sobre as crianças, eu acho que deixei a raiva subir a minha cabeça um pouco, é lógico que eu amo os pequeninos e acho que o dia delas, como o Dia dos Namorados, deveria ser todos os dias.